Bruxismo dente

Bruxismo pode estar relacionado ao stress

Problema pode atingir qualquer pessoa e é mais frequente entre os 15 e 35 anos

O stress adquirido no dia a dia pode ser a causa de vários problemas de saúde, entre eles um que se revela, principalmente, à noite durante o sono: o bruxismo, vinculado ao ato inconsciente de apertar ou ranger os dentes.

De acordo com os dentistas, não há uma definição exata de como surge este problema, comum em cerca de 15% das pessoas, mas normalmente está relacionado a fatores psicológicos, como tensão emocional, ansiedade, raiva, frustrações e também dentes mal posicionados.

Os especialistas também declaram que o bruxismo é mais comum entre as mulheres, com maior frequencia entre os 15 e 35 anos. O diagnóstico, geralmente, é feito depois que surgem algumas complicações.

De acordo com o cirurgião-dentista, Oscar Barbovitch de Almeida Prado, que atua na área há 21 anos, além do desgaste dos dentes, o bruxismo pode provocar desagradáveis consequências.

“Este tipo de problema pode causar fortes dores de cabeça, dores na articulação, perturbação durante o sono, além de certamente prejudicar a formação dos dentes causando desgastes”, relatou Prado, que ainda informou: “traumas repetidos e inflamação da gengiva levam à perda do suporte ósseo dos dentes, que se tornam móveis”.

Embora seja possível que as pessoas em geral movimentem sua mandíbula durante o sono, as com bruxismo têm algum padrão diferente que faz com que elas ranjam os dentes mais frequentemente, e isso ainda não foi identificado exatamente.

Há cinco anos, a comerciante Carla Nascimento, 25 anos, sentia fortes dores nos ouvidos. Como orientação, a jovem procurou um médico que logo descobriu o problema: bruxismo. Na época, Carla não sabia que tinha o problema, até que procurou tratamento. O aparelho usado pela comerciante para amenizar o problema é uma placa de resina acrílica que visa proteger os dentes e relaxar a musculatura da boca.

“Um passo importante para tentar curar ou pelo menos diminuir o bruxismo é cortar a tensão psicológica. Isto pode ser feito através de esportes, ioga e exercícios de relaxamento”, salientou Prado.

Ainda conforme o especialista, o nível de stress pode agravar outros problemas. A solução pode estar na mudança de hábitos. Escovar os dentes com escovas macias para não desgastar o esmalte, não tomar bebida que tenha cafeína, além de fazer exercícios durante o dia.

 

LEGENDA: “Um alinhamento incorreto dos dentes está presente na maior parte dos casos”, destaca o cirurgião-dentista Oscar