galo

Polícia ‘estoura’ rinha de galo e aplica multas que chegam a 204 mil

Disputas aconteciam em uma casa, no Bairro Brasilândia, em Fernandópolis; caso foi denunciado de forma anônima à equipe policial

Na tarde de domingo (13), por volta das 15h, a Polícia Ambiental desativou uma rinha de galo, que acontecia em uma residência, situada no Bairro Brasilândia, zona leste de Fernandópolis. Na oportunidade, 59 galos, que eram utilizados na atividade ilegal, foram resgatados. Alguns deles bem machucados.

Informações do boletim de ocorrência dão conta de que os policiais chegaram ao imóvel após uma denúncia anônima.

No espaço em que aconteciam as disputas, as equipes encontraram também uma arena para rinha, diversas esporas de plástico, uma balança de precisão, além de outros apetrechos utilizados nos animais. O material foi apreendido e as aves foram encaminhadas à base da Polícia Ambiental.

MULTAS

No momento da chegada dos policiais 10 pessoas estavam no local. Seguindo o artigo 29 da resolução 48 da Secretaria de Estado do Meio Ambiente, que condena a prática de abuso, maus-tratos ou mutilação de animais foram aplicadas 9 multas de R$ 3 mil para cada um dos indivíduos presentes, além de uma multa de R$ 177 mil ao proprietário da residência, totalizando R$ 204 mil de multas.

galo