Caixa Preta da Santa Casa: Polícia Civil cumpre mandados e efetua prisões durante operação

Três ex-dirigentes estão detidos; ex-deputado também foi conduzido à Delegacia

Da Redação

Foram presos na manhã desta segunda-feira, 17, três  ex-dirigentes da Santa Casa de Fernandópolis durante a “Operação Hígia” da Polícia Civil que investiga fraudes financeiras no hospital.

Nesta segunda-feira, mandados de busca e apreensão e também de prisão estão sendo cumpridos, mas a polícia não divulgou a quantidade.

Informações preliminares apontam que vários diretores da OS de Andradina foram presos temporariamente, incluindo o ex-provedor da Santa Casa, Fernando Zanqui. Em Fernandópolis houve a prisão de pelo menos três dirigentes da instituição. Antônio Luiz Aielo, secretário de Recurso Humanos da Prefeitura de Fernandópolis e conselheiro da Santa Casa, João Tarlao, que também é conselheiro do hospital e o ex-provedor Edilberto Sartin. Um deles inclusive estaria atrás de tirar passaporte na semana passada.
O ex-deputado estadual Gilmar Gimenes (PSDB) também está na delegacia.

Além deles outros dois homens foram presos em Araçatuba, são eles o advogado Maurício Alves da Silva e o empresário Fernando Henrique Stella.

Nesse momento a Polícia Civil está no AME e no Lucy Montoro de Fernandópolis atrás de novas informações.

Além de Fernandópolis e Andradina, a polícia cumpre mandados em Votuporanga, Jales, e Araçatuba.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

WhatsApp