Fiscais do povo visitam Emei para averiguar denúncia por falta de materiais

3 vereadores estiveram na creche emei para obter informações sobre materiais

Semana passada recebemos alguns emails citando a falta de alguns materiais essenciais para as crianças da Emei, passamos então a denúncia para os 9 vereadores no intuito de fiscalizar as informações e saber a veracidade dos fatos.

Entramos em contato na sexta feira (21) com a Secretária da Educação “Rosana Pichuti” para maiores detalhes, por telefone Rosana se prontificou imediatamente em dar atenção ao caso para sanar quaisquer dúvidas, e marcamos para hoje (26) uma reunião com a secretária, diretora da EMEI e professores.

Os vereadores Ismael, Carlinhos Savazzi e o Irceu Fagundes estiveram no local para “fiscalizar” e comprovar se realmente está faltando os materiais citados.

Obtivemos as seguintes informações;

Foi marcada uma Licitação da compra de material escolar para o dia 27 de fevereiro e depois mudado para o dia 03 de março, porém a secretária da Educação fez uma compra emergencial para os alunos não ficarem sem atividades na volta as aulas.

Itens comprados para volta as aulas:

Lápis , Cadernos, Lápis de cor, Borrachas, Papeis, Giz colorido.

Itens que segundo a denúncia estão faltando;

Papéis coloridos para cartazes;
EVA;
Pasta com grampo (uso para pasta de leitura);
Pasta para aluno (guardar material);
Massa de modelar;
Giz de cera;
Canetinhas;
Pincel atômico;
Pincel para quadro branco;
Giz de lousa colorido;
Apostilas para Educação infantil;

Segundo a Diretora da Emei, a maioria dos itens citados acima, estão sendo aproveitados com o que sobrou do ano passado e inclusive foram comprados em fevereiro diversos materiais como papeis, giz entre outros, sendo assim, os alunos estão com materiais suficientes até o material principal chegar, destacou a diretora.

Por telefone conversamos com o chefe do gabinete, Eduardo Rijo, e o mesmo informou que a licitação não pode ser feita antes pois estava sem a dotação orçamentária de 2020, por isso foi marcada a licitação para Março.

Ainda por telefone, o chefe de gabinete informou que foi aderido uma lista de materiais fornecido pela ata de registro de preço do FDE do governo do Estado, chegando a custar 70% a menos do que o valor orçado nos anos anteriores. O material que antes chegava a custar R$ 80,00 por aluno, este ano será de R$ 28,00 aproximadamente.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

WhatsApp