Nível Crítico no Distrito Industrial de Meridiano, Demissões poderão ocorrer em uma semana

Fábricas estão trabalhando no limite, pedidos estão sendo cancelados todos os dias

A maioria das empresas do Distrito Industrial da cidade de Meridiano, estão passando por uma fase extremamente delicada e complicada. Os maiores consumidores destas fábricas, são os lojistas que compram e vendem em suas lojas pelo Brasil todo. O governo baixou decretos para o comércio não “abrir” devido a contaminação do Coronavirus e evitar aglomerações, desta forma as fábricas não tem como produzir e acaba tendo que demitir.

As fábricas não estão recebendo mais pedidos, os pedidos que tinham foram cancelados pelos lojistas. (continua depois da publicidade)

PUBLICIDADE – ANUNCIE AQUI

Conversamos com os responsáveis pelas maiores fábricas da cidade, a situação é “desanimadora”, uma destas fábricas já está parada e deu férias para alguns e demitiu outros.

Por telefone, os empresários disseram; -“Não vamos aguentar mais do que uma semana se novas medidas pelo governo não forem adotadas para abertura do comércio”.

As opiniões destes empresários foram unânimes, a maioria acha que o governo poderia estudar uma forma menos impactante evitando assim o fechamento de empresas e as demissões.

Em resumo

Segundo alguns empresários, se continuar desta maneira, em poucos dias vão ter que fechar e dar férias para alguns e demissões para outros.

 

1 comentário
  1. Veronica Diz

    Na minha opinião , deveriam setorizar por gravidade por exemplo cidades que tem baixo continuem produzindo e fazendo vendas on lines . Pelo menos para manter o mínimo necessário .não vai dar para parar geral não ! Isso vai desencadear saques , roubos …

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

WhatsApp